Notícias

Publicado em 28 de junho de 2022 Atualizado em 20 de julho de 2022

5 problemas a los que puede enfrentarse al estudiar en Francia

Estude no extranjero é pecado pecado duda uno de los pasos más importantes en el camino de un estudiante

Estudar no estrangeiro é certamente um dos passos mais importantes na vida de um estudante. Esta experiência única é a oportunidade ideal para conhecer diferentes regiões, para fazer novos amigos, para aprender uma nova língua e, claro, para obter um diploma de classe mundial.

Neste campo, a França tem sido um país muito atractivo para estudantes internacionais durante vários anos, ocupando o 4º lugar no ranking mundial. Em termos de acolhimento de estudantes internacionais, a França situa-se atrás de países como os Estados Unidos, o Reino Unido e a Austrália.

No entanto, ir estudar num país estrangeiro também tem os seus obstáculos. Este artigo compila 5 desafios comuns que os estudantes internacionais enfrentam quando viajam para estudar em França.

Os principais desafios quando se estuda em França

1. Barreiras linguísticas e de comunicação

Um dos maiores desafios enfrentados por um estudante internacional quando estuda em França é a barreira linguística. Uma vez em território francês, irão certamente encontrar problemas na compreensão dos diferentes sotaques nacionais. Este é um grande obstáculo porque no início de uma viagem de estudo, é necessário completar várias formalidades para as quais é necessário um bom conhecimento da língua.

Por exemplo, encontrar alojamento pode ser difícil se existirem barreiras linguísticas. Uma forma de resolver este problema é arranjar um apartamento ou estúdio para alugar com antecedência. Se o estudante tiver dificuldades em francês, é aconselhável contactar com o proprietário do alojamento em questão antes da viagem. Isto permitir-lhes-á demorar algum tempo a comunicar e evitar apressar o processo. Para o fazer, podem consultar websites de aluguer como a Rentola e contactar o proprietário para explicar os seus planos.

2. Diferenças culturais

Outro grande desafio para os estudantes estrangeiros é a adaptação às diferenças culturais entre o seu país de origem e a França. A população local, o ambiente, a gastronomia e os costumes em França são muitas vezes muito diferentes dos hábitos do país natal dos estudantes estrangeiros.

No início, estas diferenças podem chocar os estudantes e torná-los ansiosos. No entanto, qualquer mudança requer adaptabilidade e uma mente forte para se aclimatar a um novo ambiente. Ao contrário dos estereótipos, os franceses são generosos e acolhedores. Com um pouco de paciência, os estudantes estrangeiros podem facilmente misturar-se com a cultura do país.

3. Adaptação a uma nova moeda

Em França, os estudantes estrangeiros terão de se adaptar a um novo custo de vida. Se o estudante vier de um país da zona Euro, a comparação dos preços locais com os do seu país de origem não será demasiado complicada. Contudo, um estudante de fora da zona euro terá de passar por um período de adaptação para se habituar à nova moeda e ordenar as suas despesas em conformidade.

Para facilitar esta transição, os estudantes podem estudar a taxa de intercâmbio do novo país onde vivem. Podem também ser utilizados conversores em linha. Para além da nova moeda, os estudantes internacionais devem estar cientes dos impostos aplicados a vários produtos.

4. Organização das finanças

Durante a sua estadia, os estudantes terão de aprender a gerir as suas finanças do dia-a-dia. Alguns estudantes internacionais podem ter a sorte de receber uma bolsa de estudo, o que ajudará a reduzir a sua carga financeira. No entanto, terão ainda de aprender a orçamentar.

O quotidiano em França não é barato. Para além das propinas, os estudantes internacionais em França terão de considerar os custos de alojamento, alimentação, transporte e outros aspectos da vida quotidiana.

Em França, os custos são geralmente mais elevados em grandes cidades como Paris, Lyon, Nice e Toulouse. No entanto, estes custos dependem também do estilo de vida, tipo de alojamento e hábitos de despesa. Terá também de aprender a equilibrar as suas finanças com as suas actividades sociais.

No entanto, em França, o governo permite-lhe trabalhar durante os seus estudos, o que o pode ajudar a melhorar as suas finanças.

5. Saudades de casa

Quando se vai estudar para um país estrangeiro, é fácil sentir saudades de casa. Este é ainda mais o caso num país como a França, onde os costumes e tradições são muito fortes. No entanto, a saudade de casa é um sentimento comum que surge naturalmente quando nos afastamos de casa.

Segundo um estudo do HSBC, a saudade de casa afecta mais de 90% dos estudantes internacionais em algum momento durante a sua viagem de estudo.

No entanto, o mais importante é que este sentimento não o impede de ter uma experiência incrível em França. Se sentir falta da sua família e amigos, é possível comunicar com eles virtualmente através dos vários sistemas de mensagens em linha. Finalmente, a melhor maneira de se livrar das saudades de casa é ir e explorar a sociedade francesa, cuidar do seu novo alojamento e descobrir o seu novo campus universitário.

Leia mais sobre est notícia

Notícias de Thot Cursus RSS

Acesso a serviços exclusivos de graça

Assine e receba boletins informativos sobre:

  • Os cursos
  • Os recursos de aprendizagem
  • O dossiê desta semana
  • Os eventos
  • as tecnologias

Além disso, indexe seus recursos favoritos em suas próprias pastas e recupere seu histórico de consultas.

Assine o boletim informativo

Adicionar às minhas listas de reprodução


Criando uma lista de reprodução

Receba nossas novidades por e-mail

Mantenha-se informado sobre o aprendizado digital em todas as suas formas, todos os dias. Idéias e recursos interessantes. Aproveite, é grátis!